Atitudes relacionadas ao suicídio entre graduandos de enfermagem e fatores associados


RESUMO

Investigar as atitudes relacionadas ao suicídio entre graduandos de enfermagem e fatores associados. Estudo transversal quantitativo desenvolvido com 244 graduandos de Enfermagem de uma instituição de ensino superior do interior de São Paulo, Brasil. Os dados foram coletados em 2016 pela autoaplicação de questionário sociodemográfico e do Questionário de Atitudes Frente ao Comportamento Suicida. Para análise dos dados, foram utilizados o teste de correlação de Spearman e o teste de Mann-Whitney. Mulheres tiveram atitudes mais negativas relacionadas ao suicídio. Os homens e estudantes que participaram de disciplina de Enfermagem Psiquiátrica, aula ou laboratório sobre suicídio percebiam-se mais capazes profissionalmente. Graduandos do curso de Bacharelado e Licenciatura, que leram material específico sobre o suicídio ou já pensaram em cometer suicídio tiveram atitude menos moralista ou condenatória relacionada ao suicídio. O estudo aponta a necessidade de intervenções educativas sobre o suicídio que envolvam saberes atitudinais.

Acesse o artigo aqui

Olá, você pode denunciar conteúdos impróprios e nos ajudar a manter a segurança da plataforma.

Sobre este conteúdo:

Skip to content