Autolesão não suicida: assistência e promoção de saúde mental


A autolesão não suicida, popularmente conhecida como automutilação, é um comportamento autodirigido, sem intencionalidade consciente de suicídio e com impactos pessoais, emocionais e sociais importantes em especial na adolescência. Várias pesquisas destacam a ausência de capacitação profissional formal e os impactos negativos na assistência e acolhimento de vítimas de autolesão não suicida. O material é embasado em resultados de pesquisas científica e traz informações e orientações para a prevenção, o acolhimento e assistência em saúde às pessoas com autolesão não suicida. O material educativo é produto da tese de doutorado de Aline Conceição Silva, orientada pela Professora Dr. Kelly Graziani Giacchero Vedana (EERP-USP) e Prof. Dr. José Carlos Pereira dos Santos (ESEnfC) e reforça o compromisso social da ciência e das Universidades Públicas brasileiras.


Clique aqui para acessar e baixar o material!

Olá, você pode denunciar conteúdos impróprios e nos ajudar a manter a segurança da plataforma.

Sobre este conteúdo:

Skip to content